[Catacumba] Mechanical Violator Hakaider

Hakaider VS Mikael

Baseado numa série live action dos anos 70, o filme Mechanical Violator Hakaider transforma o anti-herói da história em protagonista, nesta película de baixo orçamento que até hoje é cult entre os fãs de tokusatsu.

Hakaider dvdNum futuro pós-apocalíptico conhecemos uma aparente utopia criada por Gurjef e seu anjo mecânico Mikael, que juntos comandam a cidade de Jesus Town. É um local onde os cidadãos não tem direito de escolha, e aqueles que não obedecem o governo são lobotomizados ou mortos pelo exército… Porém tal situação obviamente gera grupos revolucionários, do qual faz parte a jovem Kaoru, que durante uma busca por suprimentos acaba encontrando a tumba onde estava lacrado um antigo androide chamado Hakaider. Para surpresa de todos, o androide possui poder superior às tropas de Gurjef e parecia querer lutar pela mesma causa que eles, embora ele tivesse um código de honra muito mais rigoroso que os revolucionários. O que se seguiria seriam grandes sequências de ação e muita filosofia barata, típica desse tipo de produção. E claro, uma direção de arte muito peculiar a cargo de Keita Amemiya, também diretor da película.

Hakaider heroine

Keita Amemiya é um cara que sempre admirei pelos trabalhos em character design, tanto para vídeo games quanto para series e filmes. Mas, é daqueles autores que não mandam tão bem em frente as câmeras, fazendo muitas cenas que para serem “estilosas” ignoram preceitos determinados previamente pelo roteiro. Alguns podem me dizer “esse tipo de coisa faz parte do gênero”, mas convenhamos que se o diretor se propõe a fazer um filme para o público adulto, não deve se apegar tanto a conceitos que funcionam só com o público infantil não é ? Analisando a construção da história, realmente rever Hakaider depois de muitos anos foi decepcionante. Entretanto, assistindo apenas prestando atenção na estética eme apegando ao lado fã de tokusatsu, por pouco ele não é um dos melhores filmes do gênero ! Tem de tudo: mocinha em perigo, herói mal encarado, um vilão meio messiânico, e muitas mortes no elenco de apoio. Do começo ao fim o filme faz o mesmo que qualquer episódio de um Changeman por exemplo, com a diferença de terem gasto um pouco mais no figurino e ter bem menos restrições quanto a quantidade de sangue na tela.

Curtir ou não Hakaider, dependerá de o quanto o expectador gosta de tokusatsu. Ou o quanto gosta de produções “toscas”. Eu recomendo fortemente, mas estejam avisados que é “ame ou odeie”.

Mechanical Violator Hakaider (Jinzo Ningen Hakaida)
Ano: 1995
Direção: Keita Amemiya
Elenco: Yuji Kishimoto, Mai Hosho, Satoshi Kurihara, Ami Kawai
Duração: 77 minutos

Anúncios

Uma resposta para “[Catacumba] Mechanical Violator Hakaider

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s